História de George Harrison

George Harrison nasceu no dia 25 de fevereiro de 1943 na Inglaterra. Desde pequeno George sempre foi amigo de Paul McCartney. Em 1958 Paul apresentou George a John Lennon, e George foi convidado a se juntar aos Quarryman. Lennon e McCartney achavam que ele tocava muito bem. Mas George não tinha tinha aquela liderença que caracterizava Lennon e McCartney. George não compunha, cantava poucas músicas, como "Rool Over Beethoven" de Chuck Berry, e ficava em uma posição segundária na banda. No início ele era mais preocupado em aperfeiçoar seu talento na guitarra do que propriamente compôr e cantar. Quando ele começou a mostrar seu talento em algumas músicas, passou a ter direito a apenas uma ou duas músicas em cada disco, pois Lennon e McCartney monopolizavam as músicas. Em janeiro de 1966 casou-se com modelo inglesa Pattie Boyd. Ainda em 1966 os Beatles viajaram para a Índia. George ficou impressionado com o misticismo hindu. Ele começou a estudar música indiana e aprendeu a tocar citara com Ravi Shankar. A música "Within You Without You" do disco "Sgt. Pepper's", prova o seu talento com a citara.

Em 1967 os Beatles viajaram para a Índia, buscando um retiro espiritual e cairam nas trapaças do mestre Maharish. Eles queriam descobrir o misticismo oriental, mas acabaram descobrindo que Maharish era um falsario, querendo o dinheiro da banda. Mas o misticismo oriental acabou influenciando George por toda a sua carreira. Esse misticismo estava presente na maioria de suas músicas. A partir do White Album começou a compôr sua mais belas canções, como "While My Guitar Gently Weeps", "Something" e "Here Comes The Sun" . Essas três músicas estão entre as mais bonitas dos Beatles. Já no fim dos Beatles, brigava muito com McCartney. Os dois não combinavam muito e discutiam em todas as gravações.

Apenas um ano depois da separação dos Beatles, em 1970, George Harrison lançou "My Sweet Lord" e deu uma série de shows em Nova York, cujas rendas doou para Bangladesh. Seu disco seguinte, "Living in the Material World", recebeu uma modesta acolhida. Depois, uma turnê catastrófica nos Estados Unidos e o disco "Dark Horse" coincidiram com problemas de ordem pessoal. Sua esposa, a modelo Patti Boyd, o trocou por um de seus amigos, o guitarrista Eric Clapton. O casal se separou em 1974 e se divorciou em 1977. Clapton e Harrison ficaram brigados até o princípio dos anos 90. Mas em 1974, George Harrison conheceu Olivia, americana de origem mexicana, com quem se casou em 1978 e com quem teve um filho, Dhani.

Em 1981, George Harrison retornou com êxito em uma homenagem a John Lennon, "All Those Years Ago", na qual participaram Paul McCartney e Ringo Starr. Poucos anos depois, formou o grupo "Traveling Wilburys", com Bob Dylan, Roy Orbison, Tom Petty e Jeff Lynne. Em 1992, se apresentou no Japão junto com Eric Clapton, com quem havia se reconciliado. Em 1997, foi operado de um tumor cancerígeno na garganta. E, logo após, passou por um tratamento para câncer no pulmão. Voltou aos noticiários em dezembro de 1999, quando um fã desequilibrado entrou em sua mansão de 120 cômodos de Oxfordshire (oeste de Londres) e o esfaqueou dez vezes no peito. Nessa ocasião, salvou-se graças à iniciativa de sua esposa, que colocou o agressor fora de combate atingindo-o com um abajur.

George faleceu nos EUA, aos 58 anos de idade, dia 29 de Novembro de 2001, vítima de complicações com um problema de câncer que o atacava há vários anos.

Clique aqui para ver a cobertura completa da morte de George Harrison