DVD BEATLES ANTHOLOGY



Em 94 os então remanescentes dos Beatles - Paul, George e Ringo - resolveram chamar seu ex-produtor George Martin pra produzirem duas músicas que tinham conseguido através de Yoko Ono, com John Lennon ao piano. Nessa fita tinha "Real Love" e "Free as a Bird". Em 95 essas músicas foram trabalhadas e gravadas no, óbvio, Abbey Road, templo sagrado da revolução musical do século XX (e acredito de todos os outros que virão). Daí Paul McCartney tocou baixo, George Harrison tocou guitarra e Ringo Starr tocou bateria. Junto com a já gravada voz de John Lennon, ousou-se dizer que os Beatles teriam se reunido para lançar um "disco novo". Mas não, o que houve foi nada mais nada menos que a produção do que viria a ser o "Beatles Anthology", o maior e mais completo documentário sobre os cabeludos de Liverpool, que foi ao ar na televisão brasileira pela Globo no mesmo ano em cinco capítulos. Junto seriam lançados 3 CDs duplos da banda com versões inéditas e outtakes com erros e curiosidades nos estúdios, versões ao vivo, um livro e oito fitas de vídeo com o Anthology na íntegra. Sim, pois o que foi ao ar na TV era uma versão reduzida, mesmo em cinco capítulos... Deu que agora, em abril, nós beatlemaníacos somos brindados com o lançamento da obra em DVD. Em cinco DVDs, pra ser mais preciso - um box com todo o Anthology em 4 DVDs e mais um com extras.

O Anthology traz tudo, tudo, TUDO que você acha que existe e o que não existe sobre os Beatles. Bem, pra falar a verdade não há menção do famoso caso da falsa morte do Paul, boato que foi iniciado em 66 por uma rádio de motoqueiros dos EUA, mas também não faz a menor diferença. O documentário é completo e sem pressa. Eles esmiúçam todas as entrelinhas desde a infância dos caras até a separação em 69. Tem praticamente todos os clipes, todos os detalhes das pré e pós produções de seus álbuns e filmes. Tem um tratamento digital de imagem e som que chega a arrepiar - como no momento em que toca "A Day in The Life" e o relógio da música toca num canal do surround. Ah, além do estéreo normal, tem em digital 5.1 e DTS, ou seja, Beatles no Home Theater!


Paul, George e Ringo em 1994, nas gravações para o Anthology

O documentário traz muitas curiosidades e momentos interessantes, como em 1963, quando fizeram uma aparição no famoso programa de televisão da época "The Morecambe and Wise Show", falando besteiras e provocando muitas risadas, seguido da apresentação bizarra de "Moonlight Bay", cantada com os apresentadores Eric Morecambe e Ernie Wise. A primeira viagem aos EUA, onde foram recepcionados no aeroporto JFK, NY, por uma multidão absurda. A legendária apresentação no Ed Sullivan Show (uma espécie de Silvio Santos de lá), uma escapadinha até Miami, com fotos coloridíssimas dos quatro em iates e em mansões dos ricaços da praia da Flórida e o retorno não menos festejado à Inglaterra. O inesquecível concerto no She Stadium em NY em 1965, pra cerca de 60 mil rabudos que levam certamente esta experiência pro resto da vida - inclusive em tal show os Beatles não conseguiam se ouvir, tamanha era a gritaria vinda da platéia, o que provocou cenas interessantes, como a de John chamando George para mostrar a ele como estava propositalmente tocando as notas erradas no piano, pois não fazia diferença nenhuma naquela loucura.

A turnê nas Filipinas, onde eles recusaram gentilmente participar de uma janta oferecida por Imelda Marcos, o que causou uma situação insuportável, tendo a banda que praticamente fugir do país pela tangente. Stg Pepper's e seu verdadeiro marco na indústria fonográfica em 1967. A experiência com Mararishi Yogy na Índia. Paul confessando que já tinha usado LSD, John dizendo que os Beatles eram maiores que Jesus Cristo e todo o furor que essa declaração causou entre os cristãos fundamentalistas do sul dos EUA.

Meus momentos preferidos são as cenas das gravações do Álbum Branco, de 68, onde os gênios arregaçaram as mangas e mostraram como se faz um disco de rock de verdade.

No DVD de extras tem o vídeo de Real Love, o making of do Free as a Bird, entrevistas com Jeff Lynne (líder da ELO e produtor do Anthology e de alguns discos dos ex-beatles), Neil Aspinal (produtor das turnês), George Martin e os próprios Beatles sobreviventes (ainda com George Harrison).Causou-me curiosidade que Phil Spector não aparece e nem é mencionado no documentário todo, sérá que foi porque ele produziu o Let It Be, um disco que não agradou aos Beatles, ou porque recentemente foi acusado de assassinato? Fica a incógnita.

Então, meus caros, resta adquirir o que considero um belo investimento. Honestamente não acho que 170 reais seja um preço tão absurdo por um box de 5 DVDs impecáveis, vale guardar uma grana - se você é beatlemaníaco, claro...

Extras

Recollections - June 1994: Paul, George e Ringo passam uma divertida tarde de verão juntos; cantando, tocando e se lembrando dos velhos tempos das botas beatle, quartos de hotéis, cortes de cabelo, primeiros carros e do encontro com Elvis. As músicas que eles tocam são "Baby What You Want Me To Do", "Raunchy", "Thinking of Linking", "Blue Moon of Kentucky" e "Ain't She Sweet".

Compiling The Anthology Albuns: Paul, George, Ringo e George Martin explicam em detalhes como escolheram as faixas do Volume 1, 2 e 3 - e George Martin toca a fita teste do primeiro take de "A Day in The Life". Back At Abbey Road : Voltando ao estúdio 2, Paul, George, Ringo e George Martin refletem sobre a gravação de "Golden Slumbers", "I'm Only Sleeping" e "Tomorrow Never Knows" nos estúdios Abbey Road nos anos sessenta e algumas das técnicas usadas na criação dessas gravações.

Recording "Free As A Bird" e "Real Love": Paul, George, Ringo e Jeff Lynne revelam como foram capazes de produzir as duas faixas inéditas dos Beatles a partir das demos originais de John Lennon fornecidas por Yoko Ono. Essa seção inclui filmagens íntimas feitas no estúdio durante a gravação das faixas.

Equipe de Produção: Neil Aspinall, Derek taylor, Geoff Wonfor, Chips Chipperfield e outros membros-chave da produção do Anthology explicam o processo de como o The Beatles Anthology foi criado.

Making The "Free As A Bird" Video: Uma intrigante visão dos detalhes do video vencedor do Grammy e como foi feito. O diretor Joe Pytka explica como ele e a Apple desenvolveram o conceito e discute as técnicas inovadoras usadas na produção.

"Real Love" video: Vídeo que não foi ao ar na série Anthology da TV em 5.1 surround


Resenha feita por:
Fábio Luis Emerim
Visite seu E-zine


BEATLES HOME PAGE     http://www.beatleshp.com
Essa página não possui vinculo comercial com nenhuma empresa.
As informações aqui contidas são apenas para fins de entretenimento e pesquisa.
EDUARDO HENRIQUE BERTI    1997 - 2003